Follow by Email

7 de agosto de 2016

SAÚDE EXCELENTE - Cansada de receber apelidos, jovem perde 30 kg em 7 meses

Bruna começou a fazer caminhadas, comer de três em três horas e tomar sucos verdes. (Foto: Arquivo pessoal/Bruna Correa)


Bruna fez caminhadas, come de três em três horas e toma sucos verdes.

Foi em outubro de 2014 que a jovem decidiu mudar seus hábitos.

Após receber apelidos e sofrer com comentários feitos por colegas, a estudante de direito Bruna Gomes, de 20 anos, decidiu emagrecer. A jovem, que sempre pesou 53 kg, não lembra de quando começou a engordar, mas diz ter tomado um susto quando se pesou e viu que estava com 85 kg.
Bruna Correa emagreceu 30 kg e pretende emagrecer mais 2 kg (Foto: Arquivo pessoal/Bruna Correa)Bruna Gomes emagreceu 30 kg e pretende emagrecer mais 2 kg (Foto: Arquivo pessoal/Bruna Gomes)
“As pessoas me diziam que eu estava gorda, mas eu me olhava e não me via gorda. Eu nunca fiz exercício físico, nunca comi coisas saudáveis, então não vi quando foi que comecei a engordar. Foi um processo tão natural [engordar], que até hoje, olhando para trás, eu não sei quando tudo isso começou”, conta a paulista.
Bruna Correa emagreceu 30 kg e pretende emagrecer mais 2 kg (Foto: Editoria de Arte/G1)
Os apelidos e os comentários que ouvia de colegas de escola e até na rua motivaram a estudante a se inscrever na academia.
“Aconteceu algumas vezes de estar andando na rua e alguém passar por mim e me chamar de gorda. Isso me entristecia muito. Mas o pior foi entrar na academia e ouvir essas mesmas coisas. Eu queria mudar, precisava de incentivo e o que eu recebia era mais zoação.”

Sem saber lidar com o excesso de peso e com as críticas, Bruna trancou a faculdade, saiu da academia e evitava sair com os amigos.

“Eu estava desistindo de tudo, inclusive de mim e da minha vaidade. Minhas roupas não cabiam mais, então eu só usava leggings e camisetas com mangas compridas. Eu só queria me esconder.”

Foi em outubro de 2014 que a jovem decidiu mudar seus hábitos. Bruna, que morava no Rio de Janeiro, foi visitar sua família em Canoas (RS). Quando entrou no avião, teve dificuldades para passar no corredor e sentar em sua poltrona. “Eu fiquei muito impressionada, chateada. Eu estava bem mal. Não aguentava mais as dores nos joelhos e tornozelos e as gracinhas. Vi que precisava mudar.”

Sem dinheiro para procurar um nutricionista e se matricular na academia, a jovem começou a fazer caminhadas, comer de três em três horas, tomar sucos verdes e incluiu frutas e verduras em sua nova dieta. “Quando eu vi, tinha perdido 10 kg. Então, comecei a pular corda, descer e subir escadas em casa. Eu fui fazendo tudo sozinha, pesquisando e fazendo, só não queria ficar parada.”

Hoje, Bruna faz acompanhamento médico com uma nutricionista e se matriculou na academia. Em sete meses emagreceu 30 kg e pretende definir o corpo e voltar aos 53 kg que sempre pesou.
“Agora, que minhas roupas de cinco anos atrás cabem em mim, que as pessoas que me chamavam de baleia e gorda me elogiam, que me olho no espelho e gosto do que eu vejo, sou muito feliz.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário