Follow by Email

7 de agosto de 2016

OLIMPÍADAS RJ 2016 - FUTEBOL FEMININO - Brasil vence a Suécia por 5 a 1 no futebol feminino na Olimpíada

Resultado de imagem para SELEÇÃO BRASILEIRA FEMININA DE FUTE BOLMarta foi a melhor em campo e marcou seus dois primeiros gols nos Jogos do Rio 2016.


Brasil goleou a Suécia por 5 a 1 e se classificou com uma rodada de antecedência para as quartas de final do torneio feminino de futebol nos Jogos Olímpicos Rio 2016

O time comandado dentro de campo pela capitã e camisa 10 Marta havia vencido a China por 3 a 0 na estreia e fez ainda mais neste sábado. Com os primeiros dois gols de Marta na Olimpíada, mais dois de Beatriz e um de Cristiane, o Brasil passeou em campo contra a Suécia, o melhor adversário do grupo. 

Classificada, a seleção volta a campo na próxima terça, contra a África do Sul, às 22h, apenas para carimbar o primeiro lugar na chave.

A seleção feminina lavou a alma dos torcedores brasileiros. Não há como evitar a comparação com a seleção masculina, que nos últimos anos tem acabado com a autoestima do futebol pentacampeão mundial. 

Nas redes sociais, frases como "Elas honram a camisa" estavam entre as mais compartilhadas por apaixonados pelo esporte, que há um bom tempo não sabiam o que era sentir orgulho da equipe nacional. 

Mas sábado foi um dia diferente. Foi dia de aplaudir o time de pé. De cantar "Ah! Marta é melhor que o Neymar!". 

Dia de não se preocupar com a defesa e atacar com 8 jogadoras. De zagueira sair jogando sem dar chutão. 

Sábado foi dia de Cristiane, maior artilheira do futebol feminino da história dos Jogos, marcar gol de letra. 

De Beatriz dar drible de corpo na adversária e bater colocado pra aumentar a goleada. De dar show em campo sem o escudo da CBF na camisa. 

E pensa que o técnico Vadão colocou o time para trás quando estava 4 a 0? Não. Sábado foi dia de tentar fazer 6, que sabe até 7 gols. Sábado foi dia do futebol brasileiro reencontrar o torcedor brasileiro. Dia de festa.

Só o primeiro tempo terminou 3 a 0. E no começo do jogo, quando o placar estava zerado, deu tempo até de a goleira Bárbara brilhar em grande defesa após chute à queima-roupa de Schelin. 
Depois, a porteira abriu. Só o Brasil jogava. O primeiro gol saiu aos 20 minutos, quando Beatriz foi mais esperta que a zaga sueca e tocou com o bico do pé na saída da goleira Lindahl. Logo depois, aos 24, Marta cruzou para Cristiane marcar, de letra, seu 14º gol na história das Olimpíadas. 
Só  faltava o gol da camisa 10, que havia passado em branco na estreia contra a China. E ele saiu de pênalti, aos 44. 
No segundo tempo, com a partida decidida, Marta fez mais um aos 35 e Beatriz fechou o placar aos 40.
"Nosso desafio é manter esse ritmo até o final para que a gente consiga atingir o nosso objetivo no final. 
Não podemos relaxar", disse Marta em campo após a partida. Na hora de responder sobre a comparação com Neymar, ela foi humilde: "É o carinho do público. 
O Neymar é o nosso melhor jogador. Deixo essa comparação para a torcida. É importante ter um Neymar, uma Marta, uma Formiga. Somos todos brasileiros". 
Cristiane, que saiu machucada, será avaliada pelos médicos para saber se será problema para o resto do torneio. 
A camisa 9 é uma das principais responsáveis pelos números impressionantes do Brasil, que marcou oito gols em dois jogos na Olimpíada.
Não há dúvida: a caminhada para a inédita medalha de ouro no futebol começou muito bem.
Veja como contamos Brasil 5x1 Suécia no minuto a minuto pela Olimpíada do Rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário