Follow by Email

8 de agosto de 2016

CAMPEONATO BRASILEIRO 2016 - São Paulo vence Santa Cruz no Arruda e encerra série negativa

Chávez marcou os dois gols da vitória do São Paulo (Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Agência Eleven) O São Paulo finalmente encerrou sua série negativa no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Tricolor Paulista visitou o Santa Cruz, no Arruda, no primeiro jogo após a saída de técnico Edgardo 
Bauza, e conseguiu uma importante vitória pelo placar de 2 a 1. Com o resultado, a equipe do Morumbi acabou com uma sequência de quatro partidas sem triunfo no torneio nacional.
A partida contou com pressão do Santa Cruz somente nos primeiros minutos. Após este período, foi o São Paulo que criou as melhores chances e manteve o domínio do jogo. 
Com isso, o Tricolor do Morumbi conseguiu desempenhar seu futebol e abrir o placar ainda no primeiro tempo, em gol de cabeça de Chávez, aos 38. Já na segunda etapa, o Tricolor do Arruda voltou com tudo e passou a ter as melhores oportunidades. 
No entanto, a equipe paulista conseguiu aproveitar um contra-ataque e marcar mais um, novamente em gol de Chávez, desta vez aos 19. 
A equipe coral pressionou em busca do gol e chegou a perder um pênalti, em cobrança de Grafite. Mesmo assim, ainda diminuiu em chute colocado de Keno, aos 38. Os mandantes, porém, pararam por aí e viram os visitantes garantirem o triunfo.
Com a vitória, o Tricolor Paulista chegou aos 26 pontos e assumiu provisoriamente a nona colocação do Campeonato Brasileiro. Já a equipe coral segue na zona de rebaixamento, caindo para a 18ª posição, com 18 pontos.
O São Paulo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 16h15 (de Brasília), recebendo o Botafogo, no Morumbi. 
Já o Santa Cruz atuará somente na segunda-feira, 15 de agosto, às 21h (de Brasília), visitando o Vitória, no Barradão.
O jogo – A partida começou com o Santa Cruz buscando o ataque e rondando a grande área do São Paulo. 
No entanto, o Tricolor do Arruda não conseguia ser efetivo na criação de jogadas e errava passes e domínios nos momentos cruciais.
Aos poucos, o Tricolor Paulista equilibrou o jogo e passou a ocupar o campo de ataque. Com isso, criou uma boa chance aos 15 minutos. Thiago Mendes fez uma boa jogada pela esquerda e apareceu livre, porém, errou o cruzamento, perdendo grande oportunidade.
Logo na sequência, aos 17, foi a vez de Cueva receber pela esquerda. O meia, no entanto, finalizou direto para o gol, levando muito perigo em chute colocado.
A partir dos 20 minutos, o São Paulo passou a tomar conta do jogo. Aos 22, Hudson recebeu passe de Chávez dentro da área e finalizou, obrigando Tiago Cardoso a fazer uma grande defesa.
Já aos 25, foi a vez de Chávez aproveitar recuo errado de Léo Moura e receber de frente com o goleiro. O atacante, no entanto, mandou por cima, em outra chance clara de gol.
Com a grande pressão, o São Paulo ainda conseguiu marcar antes do intervalo. Cueva recebeu a bola pela esquerda, aos 38 minutos, e tocou para Mena na ultrapassagem. 
O lateral esquerdo cruzou para Chávez que, no primeiro pau, cabeceou firme e balançou as redes para colocar o Tricolor Paulista em vantagem.
Após o gol, o Santa Cruz tentou criar jogadas em busca do empate, mas não foi efetivo. Com isso, o jogo foi para o intervalo com vitória parcial do São Paulo.
No início do segundo tempo, a primeira boa chance foi do Tricolor do Morumbi. Aos dois minutos, Hudson arriscou de fora da área e mandou com perigo por cima do gol.
Aos poucos, o Santa Cruz passou a equilibrar o jogo e criar suas oportunidades. Aos nove, João Paulo cobrou falta da entrada da área e mandou com perigo por cima. 
Logo na sequência, aos dez, foi a vez Derley receber passe de Grafite de frente para o gol e finalizar de primeira, com a bola passando ao lado da trave.
No momento de maior pressão dos donos da casa, foi o São Paulo que balançou as redes novamente. Aos 19 minutos, Kelvin realizou ótimo lançamento para Cueva em contra-ataque. 
O peruano avançou em direção à área e rolou para Chávez, que brigou com os zagueiros, mas conseguiu encostar na bola para empurrar para o fundo das redes.
Após sofrer o gol, o Santa Cruz foi para o ataque de maneira desordenada. Com isso, abriu espaço para contra-ataques, e foi assim que o Tricolor Paulista quase fez o terceiro. 
Aos 23, Chávez deu ótimo passe para Cueva, que ficou de frente para a meta. Na hora de chutar, no entanto, o goleiro Tiago Cardoso cresceu e conseguiu espalmar o chute colocado do peruano, evitando o gol.
O Tricolor Paulista chegou a ter uma outra grande chance, aos 30, em chute forte de Mena defendido por Tiago Cardoso. No entanto, a chance mais clara foi do Santa Cruz na sequência. 
Aos 35, Luiz Araújo derrubou Arthur dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Grafite foi para a cobrança, mas viu Denis saltar bem e realizar uma grande defesa.
Se não fez neste lance, a equipe coral conseguiu diminuir logo na sequência. Aos 38, Bruno Moraes deu um passe para Keno dentro da área, que girou e chutou colocado no cantinho para diminuir.
Após marcar, o Santa Cruz ainda teve uma boa chance, em cruzamento de Renatinho que foi em direção ao gol, aos 41 minutos, mas não colocou para o fundo da rede.
No último minuto, Wesley teve uma ótima chance para ampliar, mas errou o drible na frente do goleiro. No entanto, o gol não fez falta para o São Paulo, que saiu com a vitória do Arruda.
FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ 1X2 SÃO PAULO

Local: Estádio Arruda, em Recife (PE)
Data: 7 de agosto de 2016, domingo
Horário: 16h15 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Público: 12.552 pagantes
Renda: R$ 205,870
Cartões Amarelos: Derley (Santa Cruz); João Schmidt, Luiz Araújo e Mena (São Paulo)
Cartões Vermelhos: nenhum
Gols: SANTA CRUZ – Keno, aos 38 minutos do segundo tempo
SÃO PAULO – Chávez, aos 38 minutos do primeiro tempo e aos 19 do segundo tempo.

SANTA CRUZ – Tiago Cardoso; Léo Moura (Renatinho), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Derley, Danilo Pires (Bruno Moraes), Jadson (Arthur) e João Paulo; Keno e Grafite
Técnico: Milton Mendes

SÃO PAULO – Denis; Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; João Schmidt, Hudson, Thiago Mendes (Wesley), Kelvin e Cueva (Luiz Araújo); Chávez (Gilberto)
Técnico: André Jardine

Nenhum comentário:

Postar um comentário