Follow by Email

26 de julho de 2016

NOTÍCIAS GOSPEL - GREVE DE PASTORES - Protesto de pastores pentecostais leva CPAD a cancelar evento com Augustus Nicodemus Lopes

O teólogo e reverendo presbiteriano Augustus Nicodemus Lopes lançou recentemente o livro “Apóstolos”, e iria realizar uma palestra sobre o tema abordado na obra na livraria CPAD Megastore, no Rio de Janeiro, mas o evento foi cancelado devido a pressões de pastores assembleianos.
O imbróglio começou quando o pastor Altair Germano, vice-presidente do Conselho de Educação e Cultura da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e um dos principais teólogos pentecostais do país, reclamou que a direção da CPAD estaria promovendo o conceito teológico calvinista.
“Se não tomarem uma providência junto a CPAD, teremos em breve calvinistas comentando lição bíblica sobre a doutrina da salvação. 
Aguardo ainda o posicionamento da Mesa Diretora da CGADB, e dos conselhos de doutrina e apologética sobre este caso público. 
Mantenho minha indignação, e lamento pelo silêncio conveniente de muitos”, reclamou Germano em sua página no Facebook.
Uma das principais divergências entre os seguidores da abordagem pentecostal da teologia e os calvinistas está no conceito da predestinação. 
E uma frase de Nicodemus Lopes sobre esse embate e o atual momento evangélico no Brasil causou furor a Germano: 
“Quem sabe os pentecostais não estejam predestinados a avançar bastante a teologia da Reforma no Brasil?”, teria dito o reverendo presbiteriano.
O caso terminou com o cancelamento da palestra de Nicodemus Lopes sobre a “renovação apostólica” e com uma enxurrada de críticas às atitudes tomadas pelo pastor Altair Germano e a direção da CPAD.
“Na visão dessa turba de inquisidores a mobilização visa preservar a Assembleia de Deus do calvinismo. 
Eu fico espantado com essa postura mesquinha, intolerante e sectarista, já que o referido teólogo não falará sobre soteriologia ou pneumatologia. 
Eu discordo do Nicodemus em muitos pontos, inclusive em aspectos soteriológicos e pneumatológicos, mas jamais deixaria de convidá-lo a um evento que tratasse de tema alheio à confessionalidade da denominação, logo porque ele é um estudioso ortodoxo das Escrituras. 
Eu sempre defendi e defenderei o intercâmbio saudável entre as diversas confissões do protestantismo”, comentou o teólogo Gutierres Fernandes Siqueira, de linha pentecostal.
O editor do Genizah, Danilo Fernandes, comentou o contexto histórico brasileiro entre as duas linhas de interpretação, e também a situação de rivalidade pública entre os pastores.
“Volta e meia vemos romper uma fibra de tensão entre lideranças da teológica pentecostal e reformada. 
É como uma corda de violino que se parte durante um concerto musical habitualmente harmônico entre as duas visões dominantes da Igreja Evangélica brasileira. 
Fugindo totalmente das partituras, aqui e ali, melodias revelam a crescente influência e interesse da teologia calvinista entre os pentecostais. 
E como as cifras são diferentes, não é raro que se perceba um desafino, uma nota estranha nas declarações públicas de teólogos calvinistas e pentecostais”, conceituou.
Ao final, Fernandes ressaltou que os caminhos de ambos os pastores envoltos na discórdia se cruzam mais do que se tem noção num primeiro momento.
“É bom que se frise que o pastor Altair Germano não é qualquer internauta dando pitaco sobre assuntos variados […] Como presbiteriano e admirador do pastor Nicodemus Lopes e do pastor Altair Germano, diria que não há nada demais no evento. 
Trata-se apenas um lançamento de uma obra (de outra editora) na livraria da editora da denominação (CPAD) […] Não qualificaria o eventual lançamento como incidente institucional grave […] 
]Contudo, entendo o ponto-de-vista do companheiro blogueiro Altair Germano, pois sei que por trás deste angu tem muito mais caroço! […] 
O próprio Altair Germano é Especialista em Educação Cristã pelo Seminário Presbiteriano do Norte. Então, tente dormir com esta zoada de muriçocas!”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário