Follow by Email

31 de julho de 2016

DICA DAS 19:30HS. - Cuidado com as crianças que se deitam tarde! É um perigo para elas! Pais leiam isto!


Lembras de ouvir aquela frase “Vai dormir senão não cresces”? 

Era uma frase muito usada em gerações passadas, mas com o objetivo de intimidar as crianças para que se deitassem e acordassem cedo e sem reclamarem. 

De certo que também a chegaste a ouvir quando eras criança.

Pois acontece que o tal “dormir cedo” como nos diziam antes, de facto faz muita diferença no crescimento e desenvolvimento das crianças, segundo o psiquiatra pediátrico, Dr. José Ferreira Belisário Filho. 

Os nossos hábitos mudaram, e ir para a cama antes das 21 horas não é uma realidade muito comum. 

Acontece que isso tem influenciado diretamente o futuro das crianças, que estão a ficar mais baixas, mais desatentas, mais ansiosas e com diferentes transtornos, frequentando mais vezes os consultórios médicos.

É possível mudar esses hábitos? As mães também sofrem com essa pressão social. Se elas se ausentam um pouco mais cedo de algum programa social para irem para a cama, elas ouvem: “mas ela já vai dormir? 

E quando o telefone toca em casa às 21:30 hrs e elas atendem num tom mais baixo, porque a casa já está a começar a adormecer – “as pessoas dormem cedo nessa casa”. Tudo isso acaba por criar um ambiente estranho!

Mas, para mudar os hábitos de sono de uma criança, é importante mudar os hábitos da família. 

A criança não vai aceitar dormir cedo se perceber que toda a casa ainda está com um ambiente mais “acordado”, luzes acesas, TV ligada, e só ela ter que se ir deitar. Portanto, a orientação do psiquiatra, nesses casos, é apenas uma: ler histórias, preparar o ambiente e desligar as luzes da casa. Sim, todas as luzes.

E a mudança de hábitos passa até mesmo pelo projeto de iluminação das casas e apartamentos, especialmente nas salas e nos quartos. 

Nada de luzes brancas, por favor! Uma casa precisa de luzes amarelas, que relaxam e auxiliam a chegada do sono. 

Segundo o Dr. Belisário, a luz branca emite uma onda azul que atua diretamente nas mitocondrias da nossa retina, inibindo a hormona do sono, a melatonina.

E é a mesma luz que sai dos aparelhos eletrónicos. Telemóvel e IPad antes de dormir, nas palavras do psiquiatra, é uma desgraça. 

Isso inclui também os pais. O whatsapp, que não pára de funcionar até mesmo de madrugada, é um grande vilão, despertando as pessoas. 

Ainda que adormeças depois de ler uma mensagem, certamente irias dormir melhor se não a tivesses lido. 

Acordar de madrugada e “dar uma olhadela no telemóvel” só prejudica o sono que deveria vir depois.

As crianças precisam dormir cedo por um simples motivo: a hormona do crescimento atua sempre às 00:30 hrs em quase todas as pessoas. 

Mas actua no quarto estágio do sono. Dessa forma, se a criança vai para a cama às 22 hrs, 23 hrs, a hormona terá muito menos tempo de atuação, prejudicando o seu crescimento.

Observando imagens do cérebro de uma criança que dormiu cedo e de outra que dormiu tarde, antes de uma prova de matemática, percebe-se que na primeira há várias áreas destacadas em atividade, enquanto na outra, há só uma pequena parte.

Possivelmente, aquela que dormiu mal vai-se lembrar menos do que estudou do que a outra criança. 

Aqueles meninos e meninas que adquirirem um hábito de sono desde cedo, vão se tornar adultos com menos propensão de ter outras doenças, como o Alzheimer, que tem afetado um número cada vez maior de pessoas. 

Segundo o psiquiatra, apenas duas coisas realmente retardam essa doença: exercícios físicos e sono. Quanto mais, melhor.

Uma das boas coisas que os pais podem fazer pelos filhos é fazer com que eles pratiquem desporto desde cedo. 

“Crianças que fazem exercício antes de dormir, dormem muito melhor”, afirma o psiquiatra.

O Dr. Belisário também alerta sobre a quantidade de prescrição deritalina, e que isso está diretamente ligada à má qualidade de sono.

Os pais devem realmente pensar em estratégias para melhorar a qualidade do sono de toda a família. 

Trocar as lâmpadas, incentivar aos desportos, assumir ainda mais a família como a sua tarefa mais importante. 

Os pais trabalham como loucos e esquecem-se que não estão numa corrida, mas sim com numa missão: fazer da sua casa o melhor lugar para se viver. 

Fazer da sua família um ninho de cuidados que permita que crianças felizes tornem-se adultos seguros, realizados e saudáveis – física e psicologicamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário