Follow by Email

25 de setembro de 2016

O MUNDO VAI ACABAR: DIZ A PASTORA DONNA LARSON. SE´RA? MAIS UMA PROFECIA MENTIROSA. DEUS NÃO DÁ A GLÓRIA DELE A NINGUÉM.

Pastora anuncia ter descoberto que o fim do mundo acontece em 2017; Veja a teoria.

O fim do mundo é um dos assuntos que mais geram especulações e constrangimentos para certos líderes religiosos que resolvem apostar na previsão de uma data exata. 
O caso mais recente é o da pastora Donna Larson, que garante que o fim está próximo e acontece ano que vem.
Segundo Donna, chegar à conclusão de que 2017 marcará o fim do mundo como conhecemos é muito simples, apesar de não poder afirmar com certeza a data do evento.
De acordo com informações do tabloide Sun, Donna interpreta as passagens bíblicas sob a influência de uma linha sincrética com o judaísmo, que afirma que que os homens dominariam o planeta Terra por seis mil anos
Em seus cálculos, Adão teria sido criado por Deus no ano 3983 antes de Cristo (a.C.), e como estamos às vésperas do ano 2017 depois de Cristo (d.C.), o fim do mundo é logo ali.
Uma coincidência, segundo ela, estaria no fato de que no próximo ano se comemora os 70 anos da fundação de Israel e 50 anos da unificação de Jerusalém: 
“Todos esses números têm um significado bíblico: 50 é o número da unificação entre a Páscoa Judaica e o Pentecostes e 70 é o número da execução, segundo o livro de Daniel, capítulo 9”, afirmou Donna.
Sem saber afirmar a data exata, Donna afirma que existem duas correntes principais: uma aponta o dia 21 de agosto, quando haverá um eclipse solar; outra aposta em 23 de setembro, dia que será marcado por um alinhamento de planetas e estrelas.
“Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão somente o Pai. 
Fiquem atentos! Vigiem! Vocês não sabem quando virá esse tempo” -Marcos 13:32,33.

Negócios

O medo de catástrofes naturais, profecias apocalípticas e mesmo guerras mundiais tem levado muitos a procurarem alternativas que os protejam de uma possível hecatombe.
Cientes disso, algumas empresas desenvolveram produtos voltado ao público mais “prevenido”, por assim dizer, como abrigos para a sobrevivência em situações extremas. 
Um exemplo é a empresa norte-americana Atlas, que oferece diversos modelos de bunkers para famílias de vários tamanhos e finalidades diferentes, como tornados e mesmo guerras.
A um preço que varia entre US$ 18 e 78 mil, a oferta já tem despertado grande interesse por oferecer diversas utilizações e configurações, da mais simples à mais luxuosa. 
Alguns chegam a conter banheira de hidromassagem, móveis de última linha, detectores de radioatividade e baterias solares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário